Cabec-basico-vazado.jpg b-quem_somos.jpg b-filosofia-cl.jpg b-treinamento.jpg b-escolaridade.jpg b-produtos.jpg b-aconteceu.jpg b-inclusao.jpg b-colabore.jpg b-fale.jpg cb-4-Cristina-e-Franciele-marcenaria.gif
--->

Filosofia

Diretrizes psico-pedagógicas.

Aviso: versões nem sempre exatas.
Conceito
A Forma
Os Artesãos
Você fez?
Acompanhamento Técnico

Conceito

A Alternativa tem por finalidade proporcionar a oportunidade de um trabalho significativo e realizador para jovens, adultos e idosos portadores de deficiência intelectual e/ou comprometimento na área emocional, capacitando-os a trabalhar e participar significativamente do grupo social em que vivem.
O princípio básico do atendimento é a filosofia humanista de respeito a cada pessoa atendida com suas características próprias de personalidade, suas possibilidades e limitações, sua vivência familiar e social.
O conteúdo de trabalho oferecido é a manufatura de peças artesanais com materiais diversos (madeira, sisal, vidro, couro, papel, etc.). Todo o trabalho é realizado pelos próprios atendidos com supervisão da equipe técnica. Por este motivo eles recebem a denominação de
artesãos.
topo.gif

A Forma

O trabalho é realizado sempre em equipe, sendo a variedade de atividades um componente importante na estrutura da oficina, porque permite organizar uma grade de horários em que um artesão não passe mais do que meio período em uma mesma atividade. Com isso ele se obriga a estar mais presente, mais atento ao trabalho.
Os artesãos sabem que devem fazer a sua parte da melhor forma possível; não existe comparação entre eles, mas o conhecimento das próprias possibilidades é que é o referencial para a auto-avaliação feita em grupo, no final de cada dia de trabalho.
A equipe técnica também está sempre atenta ao desenvolvimento de cada artesão, preocupando-se em encaminhá-lo ao mercado de trabalho, sempre que ele tiver condições. Isso tem acontecido diversas vezes, com sucesso.
topo.gif

Os Artesãos

São atendidos na Alternativa jovens e adultos portadores de deficiência intelectual e/ou comprometimento na área emocional.
Critério de admissão:
Os candidatos passam por avaliação feita pela equipe da Alternativa, que se baseia nos seguintes fatores:
a) idade cronológica acima de 18 anos
b) maturidade social que permita participar dos grupos de trabalho da oficina
c) preparo prévio ou prontidão psicomotora
d) característica específica ( deficiência física, transtornos de saúde física ou mental) que não impeça sua participação nos grupos de trabalho.
O candidato aprovado passa por um período inicial como estagiário para se adaptar às normas da oficina, aprender habilidades básicas necessárias ao trabalho e, principalmente, para iniciar a aquisição da postura de um trabalhador.
Após esse período (cujo tempo varia em função das características do candidato) uma avaliação feita em conjunto com a equipe técnica e com os outros participantes da oficina (os artesãos) define se o estagiário já pode ser promovido a artesão, o qual, depois desse tempo de experiência já terá condições de decidir se quer ser um participante da Alternativa.
Só é admitido o candidato que fizer sua opção positiva - ninguém fica na Alternativa apenas pela vontade dos pais ou familiares ou profissionais que o atendem.
topo.gif

Você que fez esta peça?

- Não! Foi a equipe que fez!
Esta é uma resposta típica dos artesãos, indicando sua consciência de trabalho em grupo.
Cada objeto é elaborado por diversos artesãos em uma sequência planejada, considerando as possibilidades, as habilidades específicas, as necessidades e mesmo as preferências de cada um.
A produção de cada objeto passa por etapas com dificuldades variadas, o que possibilita a participação de pessoas com diferentes graus de deficiência. A estratégia pedagógica implica no planejamento individual da participação de modo que pessoas com possibilidades e limitações diferentes atuem na produção dos produtos em perfeita harmonia, resultando em um ambiente de colaboração e mesmo orgulho laboral.
topo.gif

Acompanhamento psicológico e
serviço social

São atividades típicas dessa área de apoio:
Atendimento de artesãos para trabalhar postura de trabalho e relacionamento pessoal, através dos grupos com a psicóloga utilizando os recursos da arteterapia;
Atendimento de pais e irmãos para orientação;
Avaliação de candidatos à oficina;
Seleção e avaliação dos recursos da comunidade;
Orientação da Equipe;
Encaminhamento ao mercado de trabalho dos artesãos que apresentem condições para tanto e acompanhamento dos egressos.
topo.gif